Alimentação Infantil Saudável: uma grande preocupação dos pais

A alimentação infantil saudável é uma das preocupações dos pais hoje em dia, já que a preocupação com o cardápio dos filho vai aumentando conforme eles crescem.



E como garantir refeições gostosas e completas aos pequenos, que promova saúde e o crescimento saudável, e o grande dilema!

Alimentação Infantil Saudável

Uma alimentação infantil saudável é um dos requisitos para o crescimento constante para uma vida saudável. E essa etapa se inicia a partir da amamentação do recém-nascido (que pode durar até 2 anos ou mais) e segue na introdução de novos alimentos em sua alimentação, a partir dos 6 meses.

Por isso, que é importante que os pais tornem prazeroso aos pequenos, o consumo de frutas, verduras, legumes, folhas, cereais, grãos, carboidratos, proteínas, fibras, gorduras e não podemos nos esquecer da água.

A combinação desses alimentos devem ser de maneira balanceada. Já que o que se aprende a comer quando pequeno vai ditar o hábito alimentar de toda uma vida.

Perigos de uma alimentação infantil inadequada

As “escolhas inocentes” são perigosas e vão definir se essa criança será um adulto obeso, se terá chances de desenvolver doenças como diabetes, pressão alta, se terá o colesterol ruim alto e desenvolver mais riscos de infarto.

As doenças decorrentes de uma alimentação inadequada são inúmeras. Crianças e adolescentes que consomem alimentos saudáveis como alimentos naturais, orgânicos e frutas, têm menos risco de desenvolver calcificação nas artérias, indícios que causa doenças no coração em fase adulta.

Por isso, que a família tem um papel fundamental na formação do ser. Na primeira infância a influência dos pais são essenciais para construir padrões saudáveis de alimentação através do exemplo.

Apesar da falta de tempo e até por não ter intimidade com a cozinha, mas com estratégias você será capaz de transformar o seu filho em consumidor de comida boa e nutritiva.

Para te ajudar hoje o nosso post é sobre dicas de como incentivar seus filhos a desenvolverem uma alimentação saudável!

1.         Eduque o paladar

Um ótimo começo é educar o paladar dos pequenos desde cedo, e o primeiro passo é iniciar com ofertas de alimentos naturais e com pouco açúcar. Por exemplo as frutas, sucos, papinhas salgados e alimentos orgânicos.

2.         Dê o exemplo

É muito importante que a criança tenha um bom modelo em casa. Pois quando os pais ou responsáveis comem direitinho, eles vão querer participar desse cenário também.

Claro que sempre respeitando as diferentes porções, mas a comida deve ser a mesma para todos.

3.         Faça da refeição um momento especial

É muito importante definir o horário das refeições e garantir que os pequenos comam bem nas três principais refeições – café da manhã, almoço e jantar.

E para alcançar isso, é essencial que façam as refeições juntos e à mesa, tantas vezes quantas forem possíveis e sem distrações como TV, smartphones ou tablets.

Faça desse momento uma momento alegre, convidativo, aconchegante e tranquilo. Esse momento também é ideal para se contar uma história, reforçar os aprendizados, conversar e investir no relacionamento familiar.

4.         Convide as crianças para ajudar

Ensinar os pequenos a ajudar no preparo dos alimentos que irão consumir, pois desta forma elas terão muito mais prazer em comer o que ajudaram a preparar.

Para os bem pequenos depois que a batata esteja cozida e morna, peça que ajudem a descascar, puxando a casca e depois amassando – é simples, né!

Já para os maiorzinhos peça para lavar as folhas de alface, esmagar a cenoura, ajudar a colocar a mesa e depois retirar e colocar na pia.

Quando for ao supermercado ou feira peça que eles te ajude a fazer a comprar e transforme essa oportunidade em aprendizado e mostre a origem dos alimentos.

5.         Invista em cardápios variados

Apesar de ser natural as crianças terem preferências, ofereça os alimentos preferidos junto a outros que a criança não conhece ou rejeita, isso pode facilitar a aceitação de novos sabores.

Reinvente receitas e apresente de várias formas o mesmo alimento, isso vai contribuir para uma evolução na alimentação infantil (saiba mais aqui!).

6.         Só ofereça se pedirem

Apesar de tantas ofertas de alimentos não saudáveis que estão disponíveis por aí, e seus filhos ainda estão pequenos demais para absorverem essas informações, não tem curiosidade e nem vontade de experimentar, não ofereça!

Dessa forma você vai ganhar mais tempo para acostumá-lo com comida saudável e fazer com que elas tenham preferencias pelos alimentos saudáveis.

7.         Prefira alimentos orgânicos e integrais

Ao invés de oferecer um biscoito recheado cheio de gorduras saturadas e açúcares, aos pequenos, prefira os orgânicos e integrais que são bem saboroso e vão trazer muitos benefícios!

Essa também é uma ótima atividade para chamar os pequenos para participar e criar seus próprios biscoitos.

“A educação alimentar é um aprendizado que deve iniciar em casa”

É onde as crianças terão o exemplo e a oferta diversificada para uma alimentação infantil consciente e saudável.

Alimentação Infantil Saudável: uma grande preocupação dos pais
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 19 =